Esse Meu Coração Sem Juízo

Eu não sei porque que a gente
Gosta tanto de repente
De quem não gosta da gente
Essa vida é engraçada
Pois a gente vive amando
Sempre a pessoa errada

Todas as vezes que eu amo
Rezo tanto pra dar certo
Mas eu sempre me engano
A pessoa que eu amava
Sempre me desiludia
Não era o que eu pensava

Meu coração é mesmo sem juízo
Não sabe que eu preciso
Deixar de gostar tanto assim
Meu coração às vezes me entristece
Meu coração parece que não gosta de mim

Canção De Quem Segue Sozinho

Sei, que vais partir,
Já se aproxima o fim,
Do nosso amor,
Tanto sonho bom, vai terminar,
Pelos caminhos,
Ambos sozinhos,
Vamos ter que ir,
A chorar.

Vai, vai procurar a paz,
Que não terás eu sei,
Porque somente em mim,
Encontrarás,
Na paz do grande amor,
Que eu já te dei.

Vais partir,
Levando o teu amor,
Que era tão meu,
E a paz que havia em mim,
E já morreu.

Vai, vai procurar a paz,
Que não terás eu sei,
Porque somente em mim,
Encontrarás,
Na paz do grande amor,
Que eu já te dei.

Vais partir,
Levando o teu amor,
Que era tão meu,
E a paz que havia em mim,
E já morreu.

Canção Do Fim

amor, eu partirei sem te dizer adeus
eu morrerei longe dos olhos teus,
pois teu amor não foi amor.
eu sei que a saudade irá me atormentar
pelo prazer de me fazer chorar
mas nunca mais, hei de voltar
Eu sei que não virás jamais aos braços meus
teu coração, há muito me esqueceu
não tens amor por meu amor
assim, eu seguirei sem te dizer adeus,
eu morrerei longe dos olhos teus
pois teu amor, não foi amor

Distante Dos Olhos

Por que é?
Que esta lágrima corre tão fria,
E o inverno já foi,
Porque é ?
Que esta noite os meninos da rua,
Não vejo brincar,
Não sei porque,
A alegria dos amigos de sempre,
Não me diverte mais,
E um me disse assim.

Distante dos olhos,
Aos poucos esqueces,
O amor que não dorme no teu coração,
Mas à quem eu mande,
Levar-te uma rosa,
Pergunta se estou me esquecendo de ti ?
Tão longe dos olhos,
Tão perto de mim,
Não há um caminho que não leve à ti.

E já sei,
Porque sempre esse amargo soluço,
Eu tento esconder,
Quando penso,
Que talvez alguém passa,
Te abraça e te fale de amor,
Também porque ?
Não consigo lembrar o sorriso,
Que existe em teu olhar,
Quando não estás aqui,


Distante dos olhos,
Aos poucos esqueces,
O amor que não dorme no teu coração,
Mas à quem eu mande,
Levar-te uma rosa,
Pergunta se estou me esquecendo de ti ?
Tão longe dos olhos,
Tão perto de mim,
Não há um caminho que não leve à ti.

Mas à quem eu mande,
Levar-te uma rosa,
Pergunta se estou me esquecendo de ti ?
Tão longe dos olhos,
Tão perto de mim,
Por todo o caminho eu vou te encontrar....

Eu Nunca Mais Vou Te Esquecer

Se eu tivesse o coração que dei
Tivesse ainda ilusão, nem sei
Coragem pra recomeçar no amor
Bobagem, pois amor assim, só um

Agora é vida sem razão, porque
(se eu pudesse repetir cada momento)
Tentando orar eu só rezei você
(se eu pudesse te rever mais por um momento)
A sua ausência mais e mais me invade
(agradeço a esta canção emocionado)
Pediu amor e devolveu saudade
(ela põe a gente de repente lado a lado)

Eu nunca mais vou te esquecer
Eu nunca mais vou te esquecer, meu amor

Agora é vida sem razão porque
Tentando orar eu só rezei você
A sua ausência mais e mais e mais me invade
Pediu amor e devolveu saudades

Eu nunca mais vou te esquecer
Eu nunca mais vou te esquecer, meu amor
Eu nunca mais vou te esquecer
(se eu pudesse repetir cada momento)
Eu nunca mais vou te esquecer
(se eu pudesse te rever mais po um momento)
Eu nunca mais vou te esquecer
(agradeço a esta canção emocionado)
Eu nunca mais vou te esquecer, meu amor

Ainda Ontem Chorei de Saudade

Você me pede na carta
Que eu desapareça
Que eu nunca mais te procure
Pra sempre te esqueça...

Posso fazer sua vontade
Atender seu pedido
Mas esquecer é bobagem
É tempo perdido...

Ainda ontem
Chorei de saudade
Relendo a carta
Sentindo o perfume
Mas que fazer
Com essa dor que me invade
Mato esse amor
Ou me mata o ciúme...

Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!...

O dia inteiro te odeio
Te busco, te caço
Mas em meu sonho de noite
Eu te beijo e te abraço...

Porque os sonhos são meus
Ninguém rouba e nem tira
Melhor sonhar na verdade
Que amar na mentira...

Ainda ontem
Chorei de saudade
Relendo a carta
Sentindo o perfume
Mas que fazer
Com essa dor que me invade
Mato esse amor
Ou me mata o ciúme...

Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!...

Seu Amor Ainda é Tudo

Muito prazer em revê-la
Você está bonita
Muito elegante, mais jovem
Tão cheia de vida...

Eu ainda falo de flores
E declamo seu nome
Mesmo meus dedos me traem
E disco seu telefone...

É minha cara, eu mudei minha cara
Mas por dentro eu não mudo
O sentimento não pára
A doença não sára
Seu amor ainda é tudo, tudo...

Daquele momento até hoje esperei
Você
Daquele maldito momento até hoje
Só você...

Eu sei que o culpado de não ter você
Sou eu
E esse medo terrível de amar outra vez
É meu...

Sei não devia dizer
Disse: perdoa
Bem que eu queria encontrar
E sorrir numa boa...

Mas convenhamos a vida nos faz
Tão pequenos
Nos preparamos prá muito
E choramos por menos...

É minha cara, eu mudei minha cara
Mas por dentro eu não mudo
O sentimento não pára
A doença não sára
Seu amor ainda é tudo, tudo...

Daquele momento até hoje esperei
Você
Daquele maldito momento até hoje
Só você...

Eu sei que o culpado de não ter você
Sou eu
E esse medo terrível de amar outra vez
É meu...

Distancia

Quero ser o teu amigo.

Nem demais e nem de menos.

Nem tão longe e nem tão perto.

Na medida mais precisa que eu puder.

Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida.

Da maneira mais discreta que eu souber.

Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.

Sem forçar tua vontade.

Sem falar, quando for hora de calar.

E sem calar, quando for hora de falar.

Nem ausente, nem presente por demais.

Simplesmente, calmamente, ser-te paz.

É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!

E por isso eu te suplico paciência.

Vou encher este teu rosto de lembranças.

Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...

[Fernando Pessoa]

Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces

Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.

No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida

E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.

Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.

Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados

Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada

Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado.

Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.

Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.

Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.

Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.

Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.

E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.

Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.

Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.

E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.

Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.

[Vinícius de Moraes]

Amor Efêmero


"Eu quero ir embora, eu quero um amor que me carregue para longe daqui, que me leve, me leve, me leve embora, me ame com força e desespero, machuque minha boca no primeiro beijo porque queria muito, que tatue meu nome no braço mesmo sabendo que não é para sempre. Vamos fugir, vamos sumir, ser estranhos longe de todo mundo. Eu quero um amor que me puxe com força e não me dê opção senão me deixar levar, eu quero ir, eu quero ir, eu quero ir embora daqui. Eu quero um amor que me perca, me ache, me deixe tonta e confusa, eu quero, eu quero um amor que me leve, que perca, me ache, que me ganhe de cara. Que me guie, me guarde, me governe, me ilumine, me incendeie, me cause insônia e raiva e ciúme e lágrimas e febre e riso. Eu quero um amor que me canse, me canse, não canse nunca e me canse e se canse. Eu quero um amor de verdade, puro, limpo, imaculado, sagrado, que vá até o fundo, até onde ninguém foi. Eu quero um amor que me olhe nos olhos, não tenha medo de se jogar no abismo, de se jogar em mim, disposto a arder no inferno por nós. Que esteja lá não importando para onde eu queira ir. Eu quero um amor de janta e café da manhã, que não prometa nada, que não dê nada além do que for tão verdadeiro que me deixe doente, louca, rouca, suada, cansada, que arranque minha paz junto com meu coração. Eu quero um amor que me leve até o fim."

Eu Te Amo

Eu te amo...
E te amarei durante todo minha vida;
Te amo nos seus gestos,
Te amo no seu sorriso,
Te amo na sua voz,
Te amo no que você é!!!
Te amarei em tudo...
No ar que respiramos,
No alvorecer da tarde,
No crepúsculo,
Na morte...
Te amo na chuva que cai,
No sol que queima...
Eu quero te amar.
Te amar nas minhas horas de tristezas,
Pois sua lembrança só me traz alegrias;
Te amar quando a alegria chegar,
Pois o amor é alegria
E sou feliz enquanto te amo...
Mesmo que o amor se torne extinto,
Faço questão de te amar;
Mesmo que a luz do mundo acabe,
Quero te iluminar com o meu amor;
E somente a vontade de Deus
Seria capaz de tirar todo esse amor
Que alimenta minha própria existência...
Você mora dentro de mim.
Te amo...

...

Sei que ai dentro ainda mora
Um pedacinho de mim
Um grande amor não acaba assim
Feito espumas ao vento
Não é coisa de momento
Raiva passageira
mania que dá e passa
Feito brincadeira
O amor deixa marcas que não dá apagar

Sei que errei, tô aqui
Pra te pedir perdão
Cabeça doida, coração na mão
Desejo pegando fogo
Sem saber direito a hora e o que fazer
Eu não encontro a palavra
Só pra te dizer
Ai, se eu fosse você
Eu voltava pra mim de novo

E de uma coisa fique certa,amor
A porta vai estar sempre aberta, amor
O meu olhar vai dar uma festa,amor
Na hora que você chegar