O som do piano

Quando o sol surge em meio a um temporal, devemos nos calar e senti-lo arder em nossos corpos.
Quando a brisa passa rumo ao litoral, devemos abraçá-la como se fosse a pessoa amada.
As vezes em meio a tormenta dos mares, sentimos uma vontade louca de fugir, correr, saltar, pular, sumir.
O medo nos sufoca e não sabemos o que fazer, nem como agir.

Quando surge alguém especial em nossa vida devemos sentir o seu calor através de um abraço amoroso.
Esquecer as tormentas e falar palavras boas, mesmo que o assunto não tenha sentido.
Meu coração está aberto para sentir e meus ouvidos atentar para ouvir, mas só quero falar quando for partir...

Nada é certo, nada é fácil. Quem achou que fosse se enganou e enganou a todos ao seu redor.
Sinto frio as vezes, um frio similar a um vazio.
Um vazio de você...

As vezes o que dizemos é mal interpretado, não aceito ou considerado como mentira.
Mas quando alguém acredita isso se torna formidável.

Por isso, quando eu digo que te amo eu estou falando a mais pura verdade.
Sabemos que as vezes nem sempre há a oportunidade de fazer se sentir amado, mas nem por isso estou deixando de amar.
Não represento bem meu papel com você, motivos podem até existir, mas não quer dizer que esteja mentindo para ti.
Amo e não vou negar esse amor.

Quando o piano começar a bater as teclas, teremos certeza de tudo que foi dito, através das lágrimas que descem queimando o rosto.
Sentiremos juntos a dor do tempo que perdemos por deixar o amor esvaecer...
[Russo]

0 Xingamentos: